Cuide de você! Home office e sua saúde mental

Cuide de você! Home office e sua saúde mental

O termo saúde mental está muito em alta ultimamente, principalmente depois que a pandemia começou, e várias pessoas tiveram que começar a se adaptar ao home office. Com isso, o trabalho remoto acabou se tornando uma nova forma de trabalho e alguns trabalhadores tiveram que se adaptar a esse novo estilo.

Contudo, o estilo de trabalho Home office ainda divide opiniões, principalmente por agradar alguns e outros não. A adaptação exige tempo, mas é uma ótima forma de otimização de tempo, já que não há necessidade de se locomover até outro lugar.

Com vantagens e desvantagens, e também em relação aos que não conseguiram se adaptar ao trabalho remoto, a saúde mental é quem tem ficado prejudicada. Parte disso acontece devido a uma série de fatores. Para saber mais continue lendo.

Adaptação ao trabalho em home office

Grande parte dos trabalhadores que não conseguiram se adaptar ao estilo de trabalho remoto, envolve a insegurança de realizar o trabalho a distância, o medo de serem demitidos e também a dificuldade em se desligar do expediente.

Esse último fator acontece muito com autônomos que já possuem o home office como um estilo de trabalho há mais tempo. A neurose de trabalhar muito mais tempo do que em regime CLT, pode acabar gerando exaustão, e até a síndrome de Burnout.

Portanto, para que esse tipo de trabalho não afete a saúde mental, é importante montar uma rotina que seja saudável. Quem tem o próprio negócio mais do que nunca precisa saber a hora de começar e a hora de parar o trabalho.

Afinal de contas o descanso é importante. Sendo assim, ter um espaço próprio para realizar o trabalho, com pausas de tempos em tempos, pode facilitar o processo e deixar a rotina mais leve. Quem é mãe ainda sofre um pouco mais com essa questão, devido ao acúmulo de funções dentro de casa.

Conseguir conciliar o trabalho em home office, com a rotina dos filhos, da casa e afazeres domésticos, acabou se transformando em uma tarefa muito exaustiva.

Como amenizar os impactos negativos e manter a saúde mental em dia?

Se você está se sentindo pressionada ou muito cansada com o excesso de tarefas e funções, o primeiro passo é pedir ajuda. Fale com seu companheiro, com seu chefe, e informe que a carga de trabalho está demais, ou peça ajuda com os afazeres domésticos.

Ninguém é obrigado a dar conta de tudo sozinha. O home office tem tudo para ter mais impactos positivos na nossa vida do que negativos, mas é muito importante manter o equilíbrio todas as atividades.

O primeiro passo é definir um horário fixo de trabalho, com hora para começar e terminar. Após estabelecer esses limites, é importante respeitá-los. Os rituais matinais precisam ser levados a sério para separar o que é pessoal e o que de trabalho.

Monte um ambiente de trabalho que seja silencioso, ergonômico e organizado. Isso facilita a hora de se desligar do ambiente profissional. Além disso, investir em itens ergonômicos pode evitar problemas e dores futuras.

Se possível, inclua algum tipo de atividade física na sua rotina de forma regular. Nem for no próprio quintal de casa, fazer uma caminhada, ir a academia, o que fizer mais sentido para você. Os exercícios físicos ajudam a desestressar, além de ser uma forma de interação social para quem está trabalhando apenas em home office e não tem mais contato com outros colaboradores.

Transforme a sua relação com o trabalho

Imagine que você tenha sua própria empresa, e a rotina começa a se tornar prejudicial para você. Existem grandes chances de o trabalho começar a ficar maçante, cansativo demais e aí a desmotivação aparece o fracasso vence.

Torne o trabalho algo prazeroso que você faz em casa, feliz e sem sobrecarga. Além dessa relação ser mais equilibrada, mudar a rotina do home office é uma maneira de se cuidar, não trabalhar em sofrimento.

É importante ressignificar essa relação para melhorar o bem estar físico e emocional de se trabalhar em casa. O home office não precisa ser um martírio, ele pode ser leve, produtivo e alegre.

Conclusão

Se você é autônomo e trabalha por conta própria, ou é CLT e o regime trabalho mudou para o home office, é possível que isso se torne algo definitivo. Sendo assim, o melhor a fazer é se adaptar a nova realidade.

Portanto, eu convido você a fazer uma reflexão sobre esse momento. Tente encontrar os pontos mais críticos que estão te incomodando e mude essa rotina, adapte de alguma forma para evitar o adoecimento mental que tanto tem afetado as pessoas ultimamente.

Encontre a melhor maneira de fazer o seu trabalho, que não te sobrecarregue e nem eleve os níveis de ansiedade. Mas tente deixar a rotina o mais leve possível, praticidade é a palavra chave. E o mais importante, cuide de você!

A saúde mental é fundamental para viver bem e conseguir lidar com a vida. Caso a situação esteja muito complicada, busque ajuda profissional. Converse com alguém que esteja próximo de você e invista no seu bem estar. Ele é extremamente importante!

Caso queira conversar sobre o assunto, me siga no Instagram e vamos bater um papo por lá.

-----------------------


DBL Plus
-----------------------

Curso Gratuito de Personalizados

⭐Garanta sua participação em nossas aulas Gratuitas
🔴[AO VIVO] e ainda conte com alguns bônus e extras.

🔷 Faça seu cadastro 🔷

(Papelaria Personalizada, Personalizados de Luxo, Cartonagem, Vendas e Extras), sua inscrição também garante que você possa acompanhar de perto a nossa próxima abertura de turma do curso
✂️Do Básico ao Luxo🎀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.