Como escolher o papel perfeito para uma impressão caseira?

Como escolher o papel perfeito para uma impressão caseira?

Eu sempre recebo muito essa pergunta e a resposta varia de acordo com a necessidade e o tipo de trabalho que se quer fazer. Existe sim, o papel perfeito para fazer uma boa impressão que traga os resultados desejados para o seu trabalho, mas com um pouco de prática e conhecimento, vai ficando mais fácil fazer essa escolha.

Sendo assim, para tirar dúvidas eu falar de alguns tipos de papéis por aqui, focando principalmente na vantagem e desvantagem de usar eles na papelaria personalizada. Cada tipo de papel está mais voltado para um tipo de projeto. Portanto, assim vocês já ficam sabendo qual pode ser a melhor opção para escolher dependendo do que você for fazer.

Impressão caseira

Lembrando que a qualidade da impressão pode variar de acordo com o tipo de impressora que você tiver. A impressão caseira nos proporciona uma boa economia de tempo para não ter que ir até uma gráfica ou outro local para fazer.

Contudo, vale ressaltar a importância de ter uma boa máquina para isso. Quem já trabalha com personalizados há algum tempo, pode se planejar para investir em uma boa impressora com o tempo. A impressora não é um requisito essencial para começar a trabalhar, ainda há outras opções como foi citado a cima.

Mas ela é uma ferramenta útil e que vai influenciar diretamente na qualidade do nosso trabalho. Sendo assim, de acordo com as possibilidades de cada um, é importante reservar uma quantia para investir nessa qualidade de impressão.

Além disso, a qualidade do papel também é fundamental para garantir a qualidade da impressão. Entretanto, cada tipo de papel também pode ser usado para um tipo de produto diferente, como vamos ver abaixo.

Tipos de papel

Para escolher o papel perfeito, é preciso saber para que ele será usado. Para os convites por exemplo, existe uma variedade de papéis que podem se adaptar bem a esse tipo de processo. por exemplo, para quem gosta de opções mais rústicas e até mesmo papel reciclado, tudo funciona muito bem.

Dentro da papelaria personalizada, o papel offset é um dos mais usados, mas também existem outras opções, caso a intenção seja ter um efeito diferente. O papel vergê por exemplo, com 180 g de gramatura, possui uma textura própria e é um dos tipos de papéis mais escolhidos para fazer convite de casamento e também de aniversário. Ele comporta bem impressões feitas a jato de tinta ou a laser.

Glossy

Os papeis do tipo Glossy, são os que nós conhecemos como papel fotográfico. Para temas infantis, com personagens coloridos, e que exige uma impressão mais viva, esse pode ser o papel perfeito.

Contudo, é importante lembrar que esse papel desbota com o tempo. Sendo assim, esse tipo de projeto não deve ser feito para dura muito tempo. existem formas de fazer com que a impressão dure mais tempo, mas exige a aplicação de um tipo de verniz próprio para papel, ou realizar a laminação da impressão, com papel contact.

Papel offset

Para quem gosta de escolher o papel perfeito como o offset, ele precisa de um pouco mais de personalização. Isso acontece porque o offset nada mais é que o papel sulfite. Sendo assim, embora ele seja bastante usado na papelaria personalizada, ele é mais fino, fosco e vai dar um efeito diferente nas impressões. Portanto, é uma questão de gosto.

Quem faz encomendas para vender, precisa sempre explicar a diferença dos papéis ao cliente. Tanto para mostrar a diferença no resultado final, quanto para mostrar a diferença entre um tipo de papel e outro. Isso é muito importante para entender as preferências de quem está encomendando o seu trabalho.

A gramatura importa

Mesmo para os trabalhos mais básicos, a gramatura do papel é fundamental. Para quem deseja uma estrutura maior, dependendo do que for fazer, pode optar pelas gramaturas mais elevadas.

Para quem está fazendo convites, as 180 g de gramatura estão de bom tamanho. Mas para uma estrutura, para fazer um caixa, é preciso escolher uma gramatura maior e a impressão a jato ou a laser.

Ainda falando sobre o papel offset, a impressão nesse tipo de papel tende a ficar naturalmente mais fosca. Portanto, para mudar isso, é necessário saber como mudar as configurações da impressão.

Papel couché

Esse tipo de papel é um dos mais duráveis para trabalhar com a papelaria personalizada. Embora ele tenha um preço mais caro que o offset, o papel couché tem uma excelente durabilidade, mesmo estando exposto ao sol.

Contudo, esse tipo de papel só pode ser impresso por quem tem impressora a laser, ele não funciona com jato de tinta. Sendo assim, se esse não for o caso, não precisa evitar usar o papel, mas deverá levar até uma gráfica para realizara impressão.

As principais características desse tipo de papel é que ele não tem muito brilho, está longe de ser um glossy, mas consegue trazer uma textura mais acetinada para a impressão.

Escolher o papel perfeito para fazer caixas

Dentro da papelaria personalizada, existem muitas técnicas e muitas opções para criar projetos incríveis. Quem trabalha com a cartonagem vai usar outros tipos de papéis mais grossos como estrutura muitas vezes. Mas os papéis de impressão também ficam muito usados para estampar essas estruturas.

No entanto, está mais recomendado usar papeis que tenham gramatura mais elevada, de pelo menos 250 g, dependendo do que estiver colado por baixo. Portanto, nesses papéis a impressão é comum, e pode ser feita em casa, configurando a impressora como deve ser.

Topos de bolo, placas e tags

Para fazer projetos ainda mais variados, papéis como o offset, o couché e o glossy, também estão entre os mais usados. Mesmo em gramaturas mais finas como o 180 g, os topos de bolo por exemplo podem ser feitos, devido as estruturas que são formadas em camadas de papel.

Portanto, para escolher o papel perfeito o principal é identificar o tipo de impressão e o que quer se fazer. A estrutura muitas vezes pode estar montada através de camadas, tags, fita banana, entre outros adereços que estão presentes na papelaria personalizada.

Para quem quer aprender mais afundo sobre esse universo, como escolher o melhor papel, como imprimir, precisa conhecer o meu Curso do Básico ao Luxo. Nele eu disponibilizo todas as técnicas para trabalhar com papelaria personalizada, onde você aprende tudo sobre papéis, tipos de impressão, cartonagem, técnicas de montagem, precificação, marketing e vendas e muito mais.

É o curso mais completo do mercado, com vídeo aulas e muito conhecimento para que você saia do absoluto zero e se transforme em uma empreendedora. Ele está disponível para quem é iniciante e também para quem já possui algum conhecimento com as técnicas.

Espero ter ajudado com esse conteúdo, me deixe abaixo nos comentários, se ainda resta alguma questão sobre os papéis e a impressão, que eu volto para responder para vocês.

-----------------------


DBL Plus
-----------------------

Curso Gratuito de Personalizados

⭐Garanta sua participação em nossas aulas Gratuitas
🔴[AO VIVO] e ainda conte com alguns bônus e extras.

🔷 Faça seu cadastro 🔷

(Papelaria Personalizada, Personalizados de Luxo, Cartonagem, Vendas e Extras), sua inscrição também garante que você possa acompanhar de perto a nossa próxima abertura de turma do curso
✂️Do Básico ao Luxo🎀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *